Convidados

BELISARIO FRANCA

Belisario

Secretario Geral ABPITV – Sócio Fundador Giros

Responsável pela criação da Giros em 1997, Belisario Franca imprimiu sua marca em dezenas de programas e documentários dedicados a cultura brasileira e exibidos por mais de 20 canais de televisão no Brasil e no mundo, entre eles: Discovery Channel, Arté France ,Channel Four, History Channel, Animal Planet, GNT, Rede Globo, SBT, TV Cultura e Canal Futura. Produções reconhecidas internacionalmente através de prêmios como o New York Film Festival e o International Documentary Association Award, de Los Angeles.

a

CAMILA JUSTO

1506926_10205401871303130_2340552612287859120_n

Trabalha como produtora executiva na Turner Broadcasting System e é responsável por avaliar oportunidades de aquisições de conteúdo, realizar contato com produtoras e validar projetos com a Ancine que estejam em conformidade com a lei 12.485/11. Para isso, acompanha gravações com produtoras parceiras, desde a criação até o desenvolvimento final, escolhendo o canal adequado para cada novo programa. Antes de fazer parte do grupo Turner, trabalhou em canais como Rede Record e TV Climatempo, e em produtoras independentes, sendo responsável por adaptação de publicidades importadas, orçamentos, coordenação de produção e registro de obras na Ancine. É formada em Rádio e TV pela Universidade Anhembi Morumbi.

a

FABIANO DE SOUZA

FabianoSouza

Fabiano Grendene de Souza é coordenador do curso de Produção Audiovisual da PUCRS. Escreveu e dirigiu os longas “A Última Estrada da Praia” (2010) e “Nós Duas Descendo a Escada” (2015). Realizou oito curtas-metragens. Entre eles, estão Cinco Naipes (2004) e Os Filmes Estão Vivos (2013, codirigido com Milton do Prado). É sócio da Rainer Cine e editor da revista Teorema – Crítica de Cinema.

a

FERNANDO CASTETS

113761

Roteirista argentino, iniciou no cinema de seu país como diretor de fotografia e, em 1999, teve lançado seu primeiro longa-metragem como roteirista: “O Mesmo Amor, a Mesma Chuva”, dirigido por Juan José Campanella, também corroteirista, e estrelado por Ricardo Darín. O trio voltaria a trabalhar em conjunto no sucesso “O Filho da Noiva” (2001), indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, e a seguir em “O Clube da Lua” (2004). Após esta última colaboração com Campanella, Castets passou a trabalhar como roteirista no cinema espanhol, onde corroteirizou quatro longas: “Maroa” (2005), “Wrap Up” (2007), “Que Parezca un Accidente” (2008) e “Paper Birds” (2010), além de ter sido um dos autores do roteiro do premiado longa brasileiro “Heleno” (2011), dirigido por José Henrique Fonseca.

a

FILIPE MATZENBACHER

1545684_682043065150571_833645285_n

Formado em Produção Audiovisual PUCRS. É sócio-fundador da Avante Filmes, empresa focada na produção de conteúdo cinematográfico e de eventos relacionados à exibição, como mostras e festivais. Os curtas-metragens em que atuou como roteirista e diretor já percorreram centenas de festivais. Destaque para “Um Diálogo de Ballet”, que além de contar com exibições em cinco continentes, foi elencado pelo portal francês Format Court como o 4º melhor curta-metragem lançado em 2012. Este ano, lançou seu primeiro longa-metragem, “Beira-Mar”, em parceria com Marcio Reolon, com estreia mundial na 65ª Berlinale – Internationale Filmfestspielle Berlin, na mostra Forum, e com uma sessão especial também na mostra Generation. Atualmente, o jovem realizador, além de assinar a direção da série “O Ninho”, que irá ao ar em novembro na TVE-RS, se dedica, juntamente com Marcio Reolon, ao seu segundo longa-metragem, “GarotoNeon”.

a

GEORGE MOURA

11141221_820452371369742_3786852569876343126_n

O pernambucano George Moura iniciou sua trajetória na Rede Globo em 1996, trabalhando como assistente de direção para Luiz Fernando Carvalho na novela “O Rei do Gado”. Integrou as equipes de roteiristas das séries “Cidade dos Homens”, “Carga Pesada” e “Por Toda Minha Vida”, e é coautor do roteiro do longa-metragem “Linha de Passe” (2008), dirigido por Walter Salles. Criou as minisséries “O Canto da Sereia” (2013) e “Amores Roubados” (2014), ambas veiculadas pela Globo, e foi um dos roteiristas da novela “O Rebu”, exibida pela emissora também em 2014. Assina, ainda, os roteiros dos longa-metragens “Getúlio” (2014), dirigido por João Jardim, e “O Grande Circo Místico”, dirigido por Cacá Diegues e com lançamento previsto para 2016.

a

GIBA ASSIS BRASIL

giba

Formado em Jornalismo Gráfico e Audiovisual na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS. É montador e roteirista. Professor do curso de Realização Audiovisual da Unisinos desde 2003, também deu aulas na UFRGS entre 1994 e 2005. Diretor do longa-metragem Verdes Anos (1984) e do longa em super-8 Deu pra ti anos 70 (1981). Roteirista dos longas Me Beija (1984), O Mentiroso (1988) e Super Colosso (1995), das minisséries de TV Agosto (1993) e Luna Caliente (1998). Montador dos longas Tolerância (2000), Houve uma vez dois verões (2002), O homem que copiava (2003), Meu tio matou um cara (2005), Sal de prata (2005), Saneamento Básico, O Filme (2007), Ó Pai O (2007), 3 Efes (2007), Gigante, como o Inter conquistou o mundo (2007), Nada vai nos separar (2009), Quase um Tango (2009) e Antes que o mundo acabe (2009); montador de mais de 20 episódios de TV e de mais de 30 curtas, entre eles Ilha das Flores (1989), Deus Ex-Machina (1995) e Dona Cristina Perdeu a Memória (2002).

a

GILSON VARGAS

Gilson

Roteirista e diretor. Realizou curtas premiados no Brasil e no exterior, como VAGA-LUME e CASA AFOGADA. Em teatro dirigiu as peças CRUCIAL DOIS UM e 9 MENTIRAS SOBRE A VERDADE, selecionadas para festivais como Cena Contemporânea (DF), Porto Alegre em Cena (POA) e Grandes Espetáculos (PE). Para TV escreveu e dirigiu diversos especiais e criou e produziu a série de documentários LONGE DE CASA, com filmagens em cinco continentes e exibição pela RBSTV e GLOBO INTERNACIONAL. Lançou, em 2015, o longa DROMEDÁRIO NO ASFALTO (VI Semana dos Realizadores e Mostra do Filme Livre). Prepara o longa A COLMEIA, com filmagens em 2016. Sócio da produtora Pata Negra. Formado em Jornalismo e Mestre em Comunicação com ênfase em cinema. Professor das disciplinas Roteiro 1, Roteiro 2 e Especialidade de Roteiro na UNISINOS desde de 2004.

a

KEKA REIS

Foto para Frapa

Estudou rádio e televisão na UNESP e começou sua carreira na MTV dos anos 1990, onde escreveu, produziu e dirigiu programas de TV de diferentes tipos e formatos. Depois de experimentar essas diferentes funções, teve a certeza de que queria mesmo era ser roteirista. Atua como freelancer desde 2006, integra a AC e já escreveu programas de TV, promos e séries para GNT, Nickelodeon, Nat Geo, Sony, Fox, Warner, TV Cultura, Cartoon Network e Gloob. Entre os seus trabalhos, estão as séries “Médicos” (GNT), “Osmar”, “A primeira fatia do pão de forma” (Gloob), “Descolados” (MTV e Band), “Missão Pet” (Nat Geo) e “Plantão do Tas” (Cartoon Network).

a

MARCELO STAROBINAS

11025627_10153596314567004_7518959222964466226_n

Jornalista com experiência em relações internacionais, começou a atuar como roteirista em Londres, onde escreveu o longa Jean Charles. Ganhador da Bolsa Capes-Fulbright, graduou-se mestre em Roteiro de Ficção pela Columbia University.
De volta ao Brasil, dedica-se a novos projetos de longa-metragem e na criação e desenvolvimento de séries de ficção. Trabalha também como script doctor e professor – em São Paulo, ministra a sua Oficina de Longas e, no Rio de Janeiro, é professor-assistente dos cursos intensivos de série de TV da Columbia University. É integrante da Autores de Cinema (AC). Como repórter, redator e correspondente internacional destacam-se passagens por O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e pelo serviço brasileiro da BBC de Londres (BBC Brasil).

a

MARINA POMPEU

Marina

Cineasta formada pela UFF e pós-graduada em Realização Audiovisual pela École Supérieure d’Audiovisuel (França), teve passagem por produtoras brasileiras, produzindo longas-metragens, documentários e séries televisivas para canais como National Geographic, BBC, ARTE e Canal +. No campo de curadoria e programação, fez parte do Comitê de Seleção do Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro por quatro anos e do Rencontres de Toulouse (Cinelatino) por dois anos, tendo também trabalhado no Short Film Corner, durante o Festival de Cannes. Em 2013, começa a trabalhar no Canal Brasil avaliando e negociando conteúdo nacional. Atualmente integra a equipe de Projetos, sendo responsável pela análise de roteiros, interface com produtores terceirizados e negociação de contratos de coprodução.

a

MARIO SERGIO MEDEIROS

Mario Sergio Medeiros

Dramaturgo, Ator, Diretor e Professor, iniciou sua carreira na década de 70. Trabalhou como professor em vários colégios e na UERJ. Escreveu e dirigiu diversos espetáculos, sendo “Porcos com Asas”, o mais conhecido e premiado, no RJ, SP e diversas capitais brasileiras. Esse espetáculo participou do FITA recebendo o prêmio de melhor espetáculo. Dirigiu “A Gota D’Água”, “Bailei na Curva”, “Orfeu da Conceição”, “O Encontro Marcado”, “A Ópera do Malandro”, “O Circo Místico” e “As Aventuras e Desventuras da Nau Catarineta”. Foi curador do Laboratório de Pesquisa Teatral, no Centro Cultural Dragão do Mar, em Fortaleza. Deu aula no Laboratório de Dramaturgia, uma parceria SBAT e Instituto Augusto Boal. É membro da SBAT – Sociedade Brasileira de Autores desde 1980, que coordena junto com Aderbal Freire-Filho. Foi Coordenador Geral do I Congresso Brasileiro de Dramaturgia, realizado em novembro de 2014 na cidade de São Paulo.

a

NORA GOULART

Nora

Produtora Executiva da Casa de Cinema de Porto Alegre. Realizou séries, curtas, médias e longas-metragens. Foi Coordenadora de Produção da RBS Vídeo, produtora de filmes publicitários do grupo RBS no período de 1989/1991 e da TVC Cinema e Televisão, produtora de filmes publicitários de São Paulo em 1991. Produziu a transmissão ao vivo do primeiro episódio da série VOCÊ DECIDE, programa da TV Globo, 1991. Foi produtora de vários quadros de DORIS PARA MAIORES e PROGRAMA LEGAL, programas mensais na TV Globo, 1991/92, o especial O ALIENISTA (adaptação da obra de Machado de Assis), veiculado no programa TERÇA NOBRE da TV Globo, 1993, A COMÉDIA DA VIDA PRIVADA,episódio,1997 e, LUNA CALIENTE exibido na TV Globo em dezembro de 1999.

a

PABLO STOLL

pablo stoll

Cineasta uruguaio, iniciou a carreira trabalhando em comerciais e programas de televisão nos anos 1990. Em 2001, lançou seu primeiro longa-metragem, “25 Watts”, codirigido com Juan Pablo Rebella, que obteve grande aceitação do público e da crítica, além de receber vários prêmios internacionais, inclusive o de Melhor Longa-Metragem no Festival de Rotterdam. Seu segundo longa em codireção com Rebella, “Whisky” (2004), foi premiado pela crítica no Festival de Cannes daquele ano e exibido em alguns dos principais festivais do mundo. Realizou, ainda os longas-metragens “Hiroshima” (2009) e “3” (2012), além de segmentos dos filmes coletivos “Short Plays” (2014) e “El Aula Vacía” (2015). Foi, ainda, jurado em festivais como o BAFICI e em atividades do Festival de Sundance. É um dos fundadores das produtoras Control Z e Temperamento.

a

PEDRO HARRES 

PEDRO FESTIVALS

Pedro Harres é diretor e roteirista nascido em Porto Alegre. É graduado em Realização Audiovisual pela UNISINOS e Filosofia pela UFRGS. Já colaborou em diversas séries e oficinas de roteiro da Coelho Voador e trabalhou na Otto Desenhos animados como diretor e roteirista. Seus dois curtas, “Um Animal Menor” e “Castillo y el Armado”, tiveram roteiros premiados em vários festivais e já foram objeto de pesquisas acadêmicas. Paralelamente, desenvolve um projeto de video instalação chamado EgoMáquina, que trabalha com uma adaptação interativa de monólogos dramatúrgicos. Também já publicou artigo sobre filosofia e cinema e atualmente trabalha no roteiro de seus projetos de longa-metragem.

a

PEPE ROVANO

pepe

Jornalista e Realizador Audiovisual, PhD em Comunicação Científica na Università della Svizzera italiana, (Suiça). Mestre em Comunicação Audiovisual pela Università degli Studi di Ferrara, Italia. Durante 12 anos desenvolveu sua atividade profissional na Itália, Espanha, Suíça e Holanda. Diretor dos documentários “L’eco della Bici” (Itália, 2006 – Prêmio do Público no X Festival Documentary in Europe – Torino 2006), “Tres pasos para el Retorno” (Granada 2009), “Tawantinsuyo” (Peru, 2006) y “Ada” (Italia 2012). Atualmente é sócio-diretor da Totoral Films & Media lab, trabalha como acadêmico da Universidad Diego Portales e da Universidad Mayor e grava a série documental “Sin Fronteras”.

A

RAMIRO AZEVEDO

 Ramiro

Formado em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, pela UFRGS, onde teve seu primeiro contato com a área do audiovisual. A partir de 2005, passou a trabalhar em produções independentes para cinema e televisão nas funções de produtor e assistente de direção. Participou do Cine Esquema Novo 2006 como assistente de curadoria e, a partir daí, trabalhou em diversos eventos ligados à difusão cultural – mostras no Brasil e no exterior, 8ª Bienal do Mercosul, lançamento de filmes. Fez parte da diretoria da APTC/ABD-RS no biênio 2009/2011. Em 2009, passou a ser sócio do Cine Esquema Novo. Em 2012, assumiu a Coordenação de Licenciamento da Box Brazil – programadora de TV por assinatura com sede em Porto Alegre.

a

RENÊ BELMONTE

Belmonte

Roteirista, estudou publicidade na ESPM (SP) e completou sua formação profissional com um curso de roteiro na City Lit, em Londres, e com a oficina de dramaturgia da Rede Globo. Em seu currículo, há filmes de grande sucesso de público como “Sexo, Amor e Traição” (2004), “Se Eu Fosse Você” (2006) e “Se Eu Fosse Você 2” (2009). Para a televisão, Renê Belmonte escreveu os seriados Avassaladoras (Rede Record e Canal Fox) e “Sob nova direção” (Rede Globo), entre outros. São dele, ainda, os roteiros dos longas “Sexo ou Amor?” (2008), “Show de bola” (2008), “Entre lençóis” (2008) e “Assalto ao Banco Central” (2011).

A

RENEÉ CASTELO BRANCO

GloboNews_Renee_Castelo_Branco_5NOV_17014

Formada em Ciências Sociais pela USP, com pós-graduação em Ciência Política, pela mesma universidade e bacharel em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero em SP. Trabalhou no CEBRAP – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, em São Paulo no começo da década de 70. Exerce a profissão de jornalista desde 1976. Trabalhou nas redações da Folha de São Paulo, Estado de São Paulo e Gazeta Mercantil, foi stringer do Jornal da Tarde em Londres, e escreveu para diversas outras publicações. Trabalha desde 1979 em televisão. Foi editora da Tb Globo em São Paulo, Rio de Janeiro e Londres. Editora chefe do Sem Fronteiras na Globo News, onde hoje é supervisora de programas e responsável  pela faixa de documentários. Coordenou a série de programa para o GNT, Mulher Invisível, dirigida por Diela Frate, apresentada por Carolina Ferraz. Atualmente também trabalha com o documentarista João Jardim. Participou de “Janela da Alma”, “Pro dia Nascer Feliz”, “Lixo Extraordinário”, “Amor?”, bem como das séries para o GNT.

A

RICARDO HOFSTETER 

Ricardo-Hofstetter

Atual presidente da AR – Associação dos Roteiristas, Ricardo Hofstetter é roteirista, escritor e dramaturgo. Contratado da TV Globo desde os anos 1990, trabalhou em programas como “Escolinha do Professor Raymundo” e “Malhação” – na qual foi um dos autores por nove temporadas, e ganhou cinco prêmios de programação infanto-juvenil – e colaborou nas novelas “Beleza Pura” e “Além do Horizonte”. Teve, ainda, dez peças de teatro encenadas e cinco livros publicados, trabalhos pelos quais recebeu nove prêmios e duas indicações ao Prêmio Jabuti.

A

SIMONE OLIVEIRA

Simone

Atual gerente de produção da Globo Filmes, onde é responsável pelo acompanhamento dos filmes coproduzidos ou apoiados pela empresa, desde o desenvolvimento de roteiro à pós-produção. Formada em publicidade e propaganda pela USP, começou a carreira como assessora de imprensa e supervisora de promoções na Columbia TriStar (RJ). Entre 2003 e 2005 trabalhou na Espaço/Z, empresa especializada em marketing de entretenimento. Entre 2005 e 2006 trabalhou na Conspiração Filmes como gerente de marketing e gerente comercial, atuando junto a investidores externos e procurando estabelecer novas oportunidades de negócios para a empresa. Entre 2008 e 2009, foi gerente de marketing da MovieMobz, onde coordenou o lançamentos de diversos filmes, entre eles o documentário “Simonal – Ninguém sabe o duro que dei”, e organizou sessões como as do Festival Metropolitan de Óperas.

A

THIAGO DOTTORI

FotoThiagoDottori

Thiago Dottori é roteirista de cinema e TV, formado em Cinema pela FAAP, tendo também cursado Letras na USP. É presidente da associação “Autores de Cinema”. Escreveu para a televisão a sitcom “2 Apês” (TV USP/00);  a microssérie“Dicionário de Emília” (Fantástico,TV Globo/06); colaborou em “Antônia” (TV Globo/06). É autor da minissérie Trago Comigo” (TV Cultura/09), dirigida por Tata Amaral;  escreveu os episódios “O Banquete do Avô” da série “Destino São Paulo” (HBO/12) e “André & Júlia” da série “(Des)encontros (Sony/13). É um dos criadores da série infanto-juvenil “Pedro & Bianca” (TV Cultura/12),  vencedora do prêmio internacional Prix Jeneussee do Emmy Kids International. Escreveu com Contardo Calligaris todos os episódios da primeira e segunda temporadas da série “Psi” (HBO/14). É co-roteirista dos documentários “13 minutos” (09),  “Ouvir o Rio” (12) e colaborador de “Tropicália”(11), de Marcelo Machado. Em cinema, escreveu o curta “AMAdores” (2010) exibido em Festivais no Brasil, Alemanha, França, Estados Unidos e Japão.  É co-roteirista (com Bráulio Mantovani) do longa”Vips” (2010), Melhor Filme no Festival do Rio e do filme “Os 3” (2011),  (com Nando Olival), selecionado para o Festival de Paulínia. Esse ano chega aos cinemas “La Vingança”, seu mais recente longa-metragem.

A

VICENTE MORENO

vicente_moreno_retrato_ok

Sócio-fundador da Ponto Cego, graduou-se em Realização Audiovisual pela UNISINOS, onde atualmente é professor de montagem e roteiro, e finaliza agora seu mestrado em Comunicação pela PUCRS. Foi professor convidado na CINETVPR e na Especialização em Cinema da UNISINOS. Além de roteirizar os trabalhos que dirige, colaborou com os roteiros dos longas A Última Estrada da Praia, Quase um Tango Argentino e Aos Olhos de Ernesto (em produção), bem como de séries da RBSTV e Canal Futura. Como diretor realizou os curtas Sem Sinal, Mãos Dadas, Notícias Tuas,Cedo e Depois da Avenida; a série Para que Servem os Homens; o média Horizonte Flutuante; e o documentário Absoluto, que bateu o recorde mundial de maior exibição de cinema ao ar livre. Atualmente participa do núcleo de roteiros da Casa de Cinema de Porto Alegre e está lançando o longa Dromedário no Asfalto, do qual é produtor e montador.

aa

Banner Final Draft